Início arrow Notícias arrow Construção da Casa do Mel
30-Jun-2016
 
 
Menu Principal
Início
Coordenadorias Municipais
Localização
Repartições Municipais
Notícias
Estrutura Administrativa
Autoridades Municipais
Publicações
Concursos
COMDICA
Decretos
Editais
Leis
Licitações e Contratos
Símbolos e Hinos
Portal da Transparência
Lei Acesso a Informação
Lei nº 12.527/11
Pedido de Informação
Orç Participativo
Ano 2015
Estrutura Funcional
Programação
Rodadas 2015
Serviços
Formulários
Índice ICMS
Ouvidoria
Tabela UPR
Tabela ITR - VTN
WebMail
Suporte TI
Auto Atendimento
Certidões
IPTU
ISSQN/Alvará
ISSQN Retido Importação
ISSQN Retido Lançamento
Licenciamento Municipal Ambiental
Nota Fiscal Eletrônica
Protocolo
Servidor Municipal
Serviços Online
Telefones Úteis

SAMU  192
Bombeiros  193
Bombeiros Voluntários (51) 9923.6003 / (51) 4063.9894
Corsan  3658-1800 
CEEE  0800-721 2333 
Rodoviária  3658-1419
Hospital Geral   3958-8422 
Conselho Tutelar  3958-8444
Brigada Militar  3658-1794
Prefeitura  3958-8400
Órgão de Trânsito
: 3658-3551

 
Construção da Casa do Mel PDF Imprimir E-mail

Ocorreu no dia 12 de março, a assembleia da ACAPI - Associação Charqueadense de Apicultores, onde contou com a presença da equipe da Secretaria Municipal de Agricultura e Economia Solidária e da vereadora Rosângela Dorneles.Aos associados presentes foi apresentado o local em que será construída a Casa do Mel e a planta baixa do prédio, quando tiveram a oportunidade de colocar suas preocupações com relação ao subprojeto Casa do Mel, do projeto Rede Viva Charqueadas.

A conquista de uma área definitiva para estabelecer a estrutura da Casa do Mel vinha sendo prioridade da Secretaria de Agricultura e Economia Solidária ao longo do último ano, e representa mais um avanço para a concretização do projeto Rede Viva Charqueadas e no crescimento da agricultura familiar no município. Foram ainda levantadas preocupações com relação à comercialização atual e ao fortalecimento da economia solidária no município através da formação de uma rede de economia solidária, autogestionada e sustentável. “Estamos lutando para mobilizar os grupos envolvidos no projeto Rede Viva Charqueadas, que estão bastante desestimulados pela demora dos processos”, declarou Virginia Germani, coordenadora técnica do projeto. Segundo ela, o próximo passo é reunir os envolvidos com o subprojeto Usina de Leite, a fim de comunicar avanços e definir as próximas atividades.

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
 
Top!
Top!